O JORNAL PUBLICADOR MARANHENSE E A CONSTRUÇÃO DA GUERRA DO PARAGUAI 1865-1868

2021 ◽  
Vol 18 (32) ◽  
pp. 278-297
Author(s):  
JOHNY SANTANA DE ARAÚJO

Em 1865, quando o Império do Brasil acabava de concluir a vitoriosa intervenção usando o exército e a esquadra imperial no Uruguai, os ventos da guerra já estavam no horizonte, e a República do Paraguai colocava a sua máquina de guerra em marcha. Enquanto isso, nas províncias do Império se iniciava outra guerra, tão dura quanto a que o país travaria nos campos de batalha: a das redações dos jornais, dos editores e jornalistas comprometidos com a intensa propaganda da campanha deflagrada pelo país por seis longos anos. O presente artigo analisa o papel de um dos mais importantes jornais da província do Maranhão na época, o periódico Publicador Maranhense. O seu compromisso com o governo o caracterizou com um dos mais ativos órgãos de apoio a causa da guerra; portanto, o posicionamento de seu editor, de seus redatores, de suas matérias e a compreensão de sua linguagem são a tônica deste estudo.

Sign in / Sign up

Export Citation Format

Share Document