Outcomes Study
Recently Published Documents


TOTAL DOCUMENTS

1656
(FIVE YEARS 661)

H-INDEX

91
(FIVE YEARS 20)

2021 ◽  
Author(s):  
Trin Savejnarong ◽  
Pattramon Pornsukjantra ◽  
Harry Manley

Moral grandstanding refers to the use of moral talk to gain status. Although moral grandstanding has a negative impact on general discourse, little is known about its interpersonal consequences; in other words, how are grandstanders perceived by others? In three studies (N = 525), we examined how prestige and dominance-based moral grandstanding is associated with a range of interpersonal outcomes (Study 1 and 2: social status, morality, attraction; Study 3: engagement and morality), and how these effects are moderated by perceptions of hypocrisy (Study 2) and shared attitudes (Study 3). Results from these studies indicate that prestige-based moral grandstanding was associated with more positive perceptions of status, morality, and interpersonal attraction compared to dominance-based moral grandstanding.


2021 ◽  
Vol 12 ◽  
Author(s):  
Feifei Huang ◽  
Wei-Ti Chen ◽  
Sai Htun Lin ◽  
Min San Tun ◽  
Thet Wai Nwe ◽  
...  

Introduction: Valid and reliable instruments are crucial for measuring perceived social support among people living with HIV (PLHIV). We aimed to investigate the psychometric properties of the English version of the 19-item Medical Outcomes Study Social Support Survey (MOS-SSS) adapted for PLHIV in Myanmar.Methods: Based on a standard cross-cultural procedure, we adapted the MOS-SSS and formed a Myanmar version of the scale (MOS-SSS-M), and then tested its validity and reliability. A sample of 250 eligible PLHIV was collected from a closed Facebook group that included more than 10,000 Myanmars, most of whom were PLHIV.Results: The MOS-SSS-M achieved a Cronbach’s α of 0.82–0.95. Confirmatory factor analysis revealed an acceptable fit index for the four-factor structure. Construct validity was demonstrated by significant association with self-reported HIV stigma and stress levels, and further confirmed by the findings of Rasch analysis.Conclusion: The MOS-SSS-M with a four-factor structure can be used to measure the level and categories of perceived social support among PLHIV in Myanmar.


Author(s):  
Leandro Aparecido dos Santos Ribeiro ◽  
Marlon Noronha Araújo ◽  
Tânia Maria da Silva Mendonça

Introdução: O período de diagnóstico e tratamento do câncer de mama é difícil, permeado de incertezas e associado a uma alta taxa de morbimortalidade. Objetivo: Conhecer o significado que as mulheres com câncer de mama em tratamento em um hospital universitário atribuíram à sua experiência de medo mascarado pelo sentimento de esperança, bem como investigar a percepção da qualidade de vida no enfrentamento da doença. Método: Estudo quanti-qualitativo com 78 mulheres. Para a avaliação quantitativa, avaliaram-se os escores do Medical Outcomes Study 36 – Item Short – Form Health Survey (SF-36) e da Escala de Esperança de Herth. Para a análise qualitativa, conduziram-se narrativas com dez dessas mulheres que foram analisadas por meio de métodos fenomenológicos de investigação. Resultados: Foram detectados escores reduzidos nos domínios capacidade funcional e saúde mental do SF-36 que implicam em impacto negativo na qualidade de vida e alto índice nos escores de esperança, o que é um fator positivo. Três classes centrais emergiram de 243 segmentos das narrativas por meio de declarações significativas e unidades de significado correspondentes. Conclusão: A experiência do período de diagnóstico e tratamento inclui enfrentamento, conhecimento da doença, assistência clínica (médicos, equipes), exaltação ao desespero e o paradoxo entre o medo e a esperança. Foi discutida a essência da experiência vivenciada e compartilhada pelas participantes à luz da teoria da doença, como uma ruptura da narrativa biográfica. O estudo destaca implicações para a equipe de médicos, coordenadores do Sistema Unificado de Saúde e outros profissionais da saúde.


2021 ◽  
Vol 5 (1) ◽  
pp. 31-42
Author(s):  
Archontoula Lagiou ◽  
Anna Asimaki ◽  
Gerasimos Koustourakis ◽  
Georgios Nikolaou

School space is an important factor in the realization of educational work since it shapes the material conditions for the implementation of the educational process. The aim of this paper, which focuses on a review of contemporary sociological scientific literature, is to investigate and highlight the effect of school space on the shaping of pedagogical practices, as well as on the pupils’ learning outcomes. Study and analysis of the content of research findings and relevant scientific papers reveal that school space is chiefly “mono-functional” and that both teachers and pupils remain caught up in the implementation of what are largely traditional pedagogical practices. School space clearly needs to be adapted to the new pupil-centered pedagogical methods, and this can only be achieved through the initiative and agency of the teachers. Finally, it is also clear that the pupils’ learning outcomes are to a great extent linked to the position they occupy in the space within the school classroom.


Author(s):  
Marilene Andrade Lopes ◽  
Jéssica Andreia Roças Parente ◽  
Manuel Alberto Morais Brás ◽  
Maria Fátima Pereira Geraldes ◽  
Eugénia Maria Garcia Jorge Anes

Nas últimas décadas a avaliação da qualidade de vida das populações tem sido constante, quer em termos gerais, quer em populações específicas, muitas vezes utilizadas para avaliar o impacto das intervenções de saúde. O seu conceito podeser diverso mediante o contexto ou a diferente perceção dossujeitos. A Organização Mundial de Saúde entende-a como a perceção que um indivíduo tem sobre a sua posição na vida, no seu contexto, atendendo aos seus objetivos, expetativas, padrões e preocupações. A saúde e a qualidade de vida são dois conceitos com uma relação incontestável, uma vez que “a saúde contribui para melhorar a qualidade de vida dos indivíduos e esta é determinante essencial para que os indivíduos ou a comunidade tenham saúde. Assim pretendemos avaliar a qualidade de vida nos indivíduos com idade igual ou superior a 18 anos. Para tal, optámos por realizar um estudo descritivo de cariz transversal com uma abordagem quantitativa. Foi usada uma metodologia denominada bola de neve ou snowball sampling, sendo uma técnica de amostragem não probabilística. Foi utilizado um questionário constituído por questões de caraterização e pelo SF-36v2 (The Medical Outcomes Study 36-item Short Form Health Survey). Este é um questionário genérico de saúde, com 36 itens que avaliam a dimensão física, emocional e social, assim como os desempenhos físico e emocional, a dor e a saúde geral e vitalidade. A colheita de dados foie efetuada em 2020. Foram tidos em conta os preceitos éticos aplicados a este tipo de estudos, tendo em conta a Declaração de Helsínquia e Convenção de Oviedo. A amostra é constituída por 135 indivíduos, maioritariamente do sexo feminino (68,15%), com idades compreendidas entre os 18 e os 63 anos. São maioritariamente solteiros (60,74%), licenciados (50,37%), residentes em zona urbana (70,37%). Relativamente ao estado de saúde, percecionam-na boa e excelente (48,88%), comparativamente a um ano atrás 45,93% percecionam-na semelhante. Em termos físicos, sentem quase sempre vitalidade 37,5% dos questionados e algumas vezes 27,94%. Em termos psicológicos e emocionais 43,38% sentem tranquilidade e calma a maior parte do tempo e 23,53 sentem algum tempo. Mais de 50% não sentem qualquer limitação nas atividades quer física quer psicológica ou emocional. Sentem-se tão saudáveis ou mais como os outros 62,24%. Estes resultados permitem-nos concluir que em geral os participantes apresentam bons índices de qualidade de vida relacionada. Resultados semelhantes foram encontrados no que respeita à saúde física e saúde emocional. O tamanho da amostra pode ser considerado como limite desta investigação. Estas avaliações permitem a identificação dos determinantes da saúde e facilitam aos a tomada de decisão.


Author(s):  
Stacy L. Pineles ◽  
Grant T. Liu ◽  
Rui Wu ◽  
Raymond T. Kraker ◽  
Michael X. Repka ◽  
...  

Sign in / Sign up

Export Citation Format

Share Document